A noção de documento: questões para uma abordagem cosmopolítica

Thulio Pereira Dias Gomes, Marilda Lopes Ginez de Lara

Resumo


Apresenta questões para uma expansão da noção de documento numa perspectiva cosmopolítica. Assume como objetivo principal indicar alternativas à tradicional noção de documento presente na documentação. Como objetos específicos, almeja situar a noção de documento na cultura ocidental e levantar possibilidades de expansão dessa noção numa perspectiva cosmopolítica. Discute a necessidade de pensar, de reconhecer e de desenvolver outras lógicas na intenção de renovar o pensamento hegemônico. Expõe o rizoma e a coreografia como alternativas ao pensamento ocidental. Levanta possibilidades dessas imagens do pensamento contribuírem para a expansão da noção de documento. Questiona o posicionamento da ciência da informação frente à diversidade cultural no contexto de uma sociedade da informação heterogênea. Conclui que a expansão da noção de documento, por sua centralidade na ciência da informação, é uma das formas de rever e propor alternativas aos caminhos hoje hegemônicos. A revisitação da noção de documento poderá contribuir para a radicalização da democracia na medida em que permitir o reconhecimento de regimes informacionais de grupos desfavorecidos e oprimidos, de maneira a trazer a oportunidades destes reivindicarem seu espaço dentro da sociedade da informação e do conhecimento. A expansão da noção de documento é uma forma de ampliar o escopo de atuação da ciência da informação.


Palavras-chave


Documento; Diversidade cultural; Sociedade da informação.

Texto completo:

PDF

Comentários sobre o artigo

Visualizar todos os comentários




Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

____________________________________________ 

Revista Brasileira de Biblioteconomia e Documentação. São Paulo.  ISSN: 1980-6949
Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. © 2002 / Todos os direitos reservados a Federação Brasileira de Associações de Bibliotecários, Cientistas da Informação e Instituições. Contato: rbbd@febab.org.br