Fluxo de informação em desastres naturais: os quatro desafios para as ações de resposta

Daniel Cardoso, Adilson Luiz Pinto

Resumo


Objetivos: A informação é considerada matéria-prima básica para organizar as ações de resposta a desastres naturais. Sem a informação fluindo de maneira adequada, os gestores e agentes envolvidos nos trabalhos perdem eficiência e não conseguem se organizar da melhor maneira. Este estudo analisou quais são os principais desafios para o fluxo de informação durante os momentos de resposta a desatres naturais.

Metodologia: A partir de uma revisão de literatura na Web of Science (1994 até 2014), selecionou-se 17 textos que se enquadravam ao escopo deste estudo.

Resultados: O estudo destacou quatro desafios que impedem a informação de fluir livremente: Precisão da informação; Volume de informação; Colapso na estrutura de tecnologia e comunicação; Confiança entre as organizações.

Conclusão: As principais recomendações propostas neste artigo para facilitar o fluxo de informação são: (i) tratar a informação como matéria-prima fundamental para o planejamento e execução das ações; (ii) criar “filtros” e procedimentos para detectar erros, boatos e impreciões nas informações, priorizando as mais importantes e; (iii) utilizar comunicações via satélite ou rádio amador para evitar quebra no sistema de comunicação.


Palavras-chave


Fluxo de informação; Desastres naturais; Precisão da informação; Volume de informação; Colapso na estrutura de tecnologia e comunicação; Confiança entre as organizações.

Texto completo:

PDF




Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

____________________________________________ 

Revista Brasileira de Biblioteconomia e Documentação. São Paulo.  ISSN: 1980-6949
Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. © 2002 / Todos os direitos reservados a Federação Brasileira de Associações de Bibliotecários, Cientistas da Informação e Instituições. Contato: rbbd@febab.org.br