A biblioteca universitária como um sistema adaptativo complexo (SAC): variação

Sigrid Karin Weiss Dutra, Wanessa Caroline da Silva, Maria Bernardete Martins Alves, Gertrudes Aparecida Dandolini

Resumo


As organizações perceberam que investir em conhecimento é fundamental para agregar valor e estabilizar suas relações. Frente a este cenário, a Biblioteca Universitária da Universidade Federal de Santa Catarina (BU/UFSC) vem enfrentando o desafio de identificar, maximizar, sistematizar e compartilhar conhecimentos relevantes, implementando em sua gerência a Gestão do Conhecimento. Deste modo, o presente artigo objetivou identificar e relatar as mudanças ocorridas nos últimos anos na BU/UFSC e os elementos que influenciaram tais modificações. Após caracterizar a BU/UFSC como um sistema adaptativo complexo e conceituar o elemento variação, foram apontadas as transformações ocorridas. Este processo foi realizado em reuniões quinzenais pela comissão formada, com o apoio do framework GC@BU. As iniciativas utilizadas através da GC e suas práticas resultaram na organização estratégica dos conhecimentos e experiências adquiridas durante os últimos anos na BU/UFSC. Investir em GC é assegurar a inovação e a comunicação como um diferencial competitivo, propiciando um ambiente favorável ao aprendizado constante

Palavras-chave


Gestão do Conhecimento. Bibliotecas Universitárias. Sistemas Adaptativos Complexos. Framework CG@BU.

Texto completo:

PDF




Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

____________________________________________ 

Revista Brasileira de Biblioteconomia e Documentação. São Paulo.  ISSN: 1980-6949
Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. © 2002 / Todos os direitos reservados a Federação Brasileira de Associações de Bibliotecários, Cientistas da Informação e Instituições. Contato: rbbd@febab.org.br