A prática de ensino e a gestão de automação de unidades de informação

Cenidalva Miranda de Sousa Teixeira, Raimunda Ramos Marinho

Resumo


Este estudo apresenta considerações acerca da elaboração do plano diretor de informática da biblioteca pública municipal, resultante de um processo de aprendizagem desenvolvido na disciplina Automação de Unidades de Informação do Curso de Graduação em Biblioteconomia. A realidade empírica para ambiência realiza na Biblioteca Pública de Paço do Lumiar, Maranhão, Brasil. Estuda a adoção de software e automação de bibliotecas públicas, indicando o software livre Biblivre para automação dos seus serviços. Trata-se de um estudo exploratório e descritivo realizado por meio da pesquisa bibliográfica e de campo. Concluiu-se que a automação é de grande relevância para agilizar e operacionalizar os serviços de forma a melhorar a qualidade, e a produtividade da unidade de informação. Esta atividade como prática da disciplina foi profícua para estabelecer estreita relação dos campos conceitual e experimental, possibilitando aos alunos realizarem uma transposição de teorias para a criação de soluções de problemas concretos.


Palavras-chave


Automação de Unidades de Informação. Biblioteconomia. Ensino. Biblivre.

Texto completo:

PDF




Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

____________________________________________ 

Revista Brasileira de Biblioteconomia e Documentação. São Paulo.  ISSN: 1980-6949
Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. © 2002 / Todos os direitos reservados a Federação Brasileira de Associações de Bibliotecários, Cientistas da Informação e Instituições. Contato: rbbd@febab.org.br