Práticas de leitura na sociedade da pressa

Andrea Pereira Santos

Resumo


As práticas de leitura na atualidade são diversas não só em tipos e modos, mas também em suportes. Lê-se em tablets, computadores, notebooks e dentro desses suportes lê-se livros, textos, sons, hiperlinks e tantas outras coisas. São leituras fragmentadas, característica forte da sociedade da pressa. Entretanto, além da pressa, esse mundo é carregado de imagens, informações, leituras. Em meio a esse turbilhão chamado de globalização, existe a juventude. Dessa forma, propõe-se a discutir a relação do jovem com a leitura na sociedade da pressa a partir de algumas entrevistas feitas no Colégio Estadual Genesco Ferreira Bretas na cidade de Goiânia. Trata-se de uma pesquisa publicada em 2014, que traz novas análises a partir do conceito de leitor ubíquo de Santaella (2013) e dos preconceitos de leitura de Abreu (2001). Conclui-se que apesar de não existirem no discurso, os jovens tem praticado diversas leituras, em especial na internet.


Palavras-chave


Leitura e Juventude. Leitura e Sociedade. Leitor

Texto completo:

PDF




Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

____________________________________________ 

Revista Brasileira de Biblioteconomia e Documentação. São Paulo.  ISSN: 1980-6949
Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. © 2002 / Todos os direitos reservados a Federação Brasileira de Associações de Bibliotecários, Cientistas da Informação e Instituições. Contato: rbbd@febab.org.br