Uma bibliotecária no museu: o trabalho com o acervo particular de Cora Coralina

Andréa Figueiredo Leão Grants

Resumo


Este trabalho consiste na apresentação do relato de experiência da atuação profissional de uma bibliotecária no museu Casa de Cora Coralina na cidade de Goiás. Trata-se de um trabalho desenvolvido a partir de uma pesquisa de doutorado em Literatura na qual se buscou investigar os biografemas, conforme noção conceitual apontada por Roland Barthes, da poetisa a partir de sua coleção de livros. Partindo da premissa apontada por Alberto Manguel (2006) de que toda biblioteca é autobiográfica, a pesquisa realizou o levantamento das obras que pertenceram à poetisa e executou os procedimentos de catalogação, indexação e organização do acervo. A biblioteca estudada contempla parte do espólio da poetisa e se encontra albergada no museu criado após a morte da escritora e que possui como foco preservar a memória e promover a divulgação da obra de Cora Coralina. O trabalho com o acervo pessoal da poetisa descortinou aspectos relevantes para se compor uma “biografia descontínua” da poetisa além de revelar as possibilidades de integração e cooperação profissional entre bibliotecários e museólogos.


Palavras-chave


Biblioteca particular; Autobiografia material; Biografemas; Cora Coralina.

Texto completo:

PDF




Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

____________________________________________ 

Revista Brasileira de Biblioteconomia e Documentação. São Paulo.  ISSN: 1980-6949
Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. © 2002 / Todos os direitos reservados a Federação Brasileira de Associações de Bibliotecários, Cientistas da Informação e Instituições. Contato: rbbd@febab.org.br