A informação enfurecida e a missão do bibliotecário em tempos de pós-verdade: uma releitura com base em Ortega y Gasset

Elisa Cristina Delfini Corrêa, Marcela Gaspar Custódio

Resumo


Artigo que retoma a concepção da missão do bibliotecário, proposta por Ortega Y Gasset na década de 1930, apresentando uma adaptação do que o autor chama de “livro enfurecido” à informação veiculada digitalmente nos dias atuais, em especial diante dos fenômenos da pós-verdade. Discute a atualidade dos problemas e a pertinência das soluções indicadas por Ortega y Gasset, analisando a evolução da informação enfurecida nas culturas impressa e digital e traçando um paralelo com as possibilidades de intervenção do bibliotecário a partir de sua missão na sociedade contemporânea.  


Palavras-chave


Missão do Bibliotecário; Cultura impressa; Cultura Digital; Pós-verdade; Ortega y Gasset.

Texto completo:

PDF




Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

____________________________________________ 

Revista Brasileira de Biblioteconomia e Documentação. São Paulo.  ISSN: 1980-6949
Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. © 2002 / Todos os direitos reservados a Federação Brasileira de Associações de Bibliotecários, Cientistas da Informação e Instituições. Contato: rbbd@febab.org.br