A nau CBBD: ancoragem na sociedade do conhecimento, para a disseminação da informação social

Cátia Lindemann, Claudio Renato Moraes da Silva

Resumo


Aborda, sob a ótica do docente e do curso de Biblioteconomia da Universidade Federal do Rio Grande – FURG; como ocorre a práxis dos discursos para a formação – qualificação de estudantes em bibliotecárias e bibliotecários. Como o objeto Informação é construído e desconstruído para atender ao objetivo da e na profissão que a Biblioteconomia oferece aos mercados atinentes a área da Ciência da Informação. Um relato sobre a sustentação dessa profissão, traçando um paralelo com da Biblioteconomia, na perspectiva de um trabalho harmonioso, resultando benefícios sustentáveis e informacionais para as sociedades – cidadãos comuns. A trajetória do relato visa refletir sobre o que é e deveria ser a missão das bibliotecas na sustentabilidade – tratamento, preservação, transferência e movimento informacional, trabalhando conjuntamente o empírico, a ciência e o humano. O histórico do CBBD e as histórias da Biblioteconomia, e das bibliotecárias e dos bibliotecários são e fazem “o quê é” e “e como está” a viagem da NAU quem tem o objetivo de disseminar o objeto – Informação, para a sociedade.

 


Palavras-chave


Sustentabilidade da informação. Agenda 2030. Biblioteconomia Social. Inclusão Social.

Texto completo:

PDF




Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

____________________________________________ 

Revista Brasileira de Biblioteconomia e Documentação. São Paulo.  ISSN: 1980-6949
Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. © 2002 / Todos os direitos reservados a Federação Brasileira de Associações de Bibliotecários, Cientistas da Informação e Instituições. Contato: rbbd@febab.org.br