AVALIAÇÃO DA CAPACITAÇÃO DE USUÁRIOS PARA A RECUPERAÇÃO DA INFORMAÇÃO: O CASO DE UMA BIBLIOTECA ACADÊMICA

Angela Maria Belloni Cuenca, Daisy Pires Noronha, Maria do Carmo Avamilano Alvarez

Resumo


RESUMO - Com a disponibilidade de acesso à informação, através das tecnologias de informática e telecomunicação nas bibliotecas acadêmicas, houve significativa mudança no perfil de seus usuários. Este passou a formular sua estratégia de busca e obter a informação desejada, diminuindo seu contato com o bibliotecário para esse fim, mas demandando novos serviços das bibliotecas. Nesse contexto, o papel do bibliotecário mudou para acompanhar a necessidade do novo usuário; passou a ser o do educador [trainer], aquele que capacita os usuários a se tornarem permanentemente autônomos para fazer suas buscas nos sistemas de informação de forma eficiente e, sobretudo, eficaz. As bibliotecas passaram a oferecer cursos e treinamentos para que os usuários conheçam os sistemas de recuperação da informação, a arquitetura das bases de dados, e como a informação é organizada nas áreas do conhecimento, tornado-os com competência informacional. Este trabalho apresentou a experiência da Biblioteca da Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo na capacitação de seus usuários nos uso de bases de dados e teve como objetivo comparar os resultados obtidos na avaliação da capacitação dos alunos egressos dos Cursos MEDLINE e LILACS da década de 1990 (1993/1995) e, após 10 anos (2005/2006), a fim de se conhecer as mudanças no comportamento do usuário quando a aquisição de autonomia e familiaridade no uso das bases de dados estudadas.

Texto completo:

PDF






____________________________________________ 

Revista Brasileira de Biblioteconomia e Documentação. São Paulo.  ISSN: 1980-6949
Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. © 2002 / Todos os direitos reservados a Federação Brasileira de Associações de Bibliotecários, Cientistas da Informação e Instituições. Contato: rbbd@febab.org.br