O USO DE MAPAS CONCEITUAIS E MENTAIS COMO TECNOLOGIA DE APOIO À GESTÃO DA INFORMAÇÃO E DA COMUNICAÇÃO: UMA ÁREA INTERDISCIPLINAR DA COMPETÊNCIA EM INFORMAÇÃO

Regina Célia Baptista Belluzzo

Resumo


Apresentam-se os conceitos e utilização de mapas conceituais e mentais, decorrentes da concepção de aprendizagem significativa, enquanto instrumentos de apoio à gestão da informação e da comunicação. Ressaltam-se tais recursos como tecnologias voltadas à mediação do desenvolvimento das habilidades de acesso e uso da informação na sociedade contemporânea. São destacadas as áreas de informação e
comunicação, tendo em vista a necessidade da existência de práticas sociais que possam orientar a produção e o compartilhamento do conhecimento individual e coletivo a fim de atender às demandas por mediação dos novos instrumentos informáticos ou tecnologias de representação e comunicação dominantes no contexto atual e sua ágil inserção no cotidiano das pessoas. Enfatiza-se a questão da
convergência entre os tradicionais meios de comunicação e as novas possibilidades digitais e a necessidade de condutas de gestão interdisciplinar voltadas a uma linguagem significativa para as pessoas, enquanto seres históricos, a fim de que possam estar bem informadas e saibam empregar os
seus conhecimentos para tomar decisões em seu tempo e destinadas ao bem comum, situações que fazem parte das características da Information Literacy ou Competência em Informação.

Texto completo:

PDF






____________________________________________ 

Revista Brasileira de Biblioteconomia e Documentação. São Paulo.  ISSN: 1980-6949
Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. © 2002 / Todos os direitos reservados a Federação Brasileira de Associações de Bibliotecários, Cientistas da Informação e Instituições. Contato: rbbd@febab.org.br