Gestão do conhecimento e recursos humanos em bibliotecas universitárias brasileiras e portuguesas

Euro Marques Junior, João Pedro Albino

Resumo


A Gestão do Conhecimento (GC) representa uma nova visão da gestão das organizações, uma vez que a informação e o conhecimento são os principais fatores de competitividade, hoje, de indivíduos, organizações e nações. A universidade tem um papel fundamental, juntamente com o governo e a indústria na geração de inovações tecnológicas que podem alavancar o progresso da sociedade, tendo a Biblioteca Universitária (BU) como uma disseminadora de informações científicas importantes. Os principais desafios das organizações envolvidas na GC estão concentrados na gestão de mudanças culturais e comportamentais de seus recursos humanos e na criação de um ambiente propício para criar, usar e compartilhar informações e conhecimento. Dentro deste contexto surge uma pergunta: Como as Bibliotecas Universitárias no Brasil e em Portugal empregam a Gestão do Conhecimento a fim de melhorar a qualidade de seus serviços e a produtividade de suas instituições? Para respondê-la desenvolveu-se uma pesquisa descritivo-analítica, utilizando o método de estudo comparativo, analisando 69 organizações. De acordo com os resultados da pesquisa, as questões ligadas à gestão de pessoas foram pior avaliadas em relação a outros aspectos da GC, mostrando uma fraca disseminação destas práticas nas BUs do Brasil e de Portugal e a grande necessidade de iniciativas que ajudem a desenvolvê-las.

Texto completo:

PDF






____________________________________________ 

Revista Brasileira de Biblioteconomia e Documentação. São Paulo.  ISSN: 1980-6949
Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. © 2002 / Todos os direitos reservados a Federação Brasileira de Associações de Bibliotecários, Cientistas da Informação e Instituições. Contato: rbbd@febab.org.br