POLÍTICAS DE FORMAÇÃO PARA A COMPETÊNCIA INFORMACIONAL: O PAPEL DAS UNIVERSIDADES

Lídia Eugenia Cavalcante

Resumo


Objetiva estudar a importância das discussões atuais com relação às questões relativas à competência informacional nas universidades. Discute o conceito de competência informacional no âmbito da sociedade da informação, levando em consideração questões relativas à complexidade do uso da
informação em uma sociedade tecnológica, porem com ações que se voltam cotidianamente para a valorização das reflexões multiculturais, de respeito às diferenças, de inclusão social e digital. Apresenta um breve estudo sobre políticas para a formação no uso da informação em instituições de ensino superior, a partir da pesquisa realizada na École de Bibliothéconomie et des Sciences de l’Information, na Université de Montréal.

Texto completo:

PDF






____________________________________________ 

Revista Brasileira de Biblioteconomia e Documentação. São Paulo.  ISSN: 1980-6949
Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. © 2002 / Todos os direitos reservados a Federação Brasileira de Associações de Bibliotecários, Cientistas da Informação e Instituições. Contato: rbbd@febab.org.br