Idosos, fake news e letramento informacional

Lizandra Brasil Estabel, Bruno Fortes Luce, Luciane Alves Santini

Resumo


A presente investigação situa-se no contexto da sociedade da aprendizagem na qual o idoso está inserido e aborda a questão dos idosos relacionada às fake news. Este grupo foi identificado como sendo o de maior vulnerabilidade na disseminação de notícias falsas, pois não é um nativo digital e não tem sido preparado para esse novo ambiente. A competência informacional surge enquanto estratégia para o aprimoramento da relação entre o cidadão e a informação para combater a disseminação de fake news. Realizou-se um levantamento bibliográfico dos artigos publicados em âmbito nacional e internacional, com a finalidade de verificar o estado da arte desta temática. Foram realizadas análises dessas produções, a fim de se verificar a abordagem nos estudos relacionados especialmente à questão das fake news aplicada ao grupo específico, os idosos, e chegou-se ao resultado de sete artigos. Após a análise destes artigos, verificou-se que ainda é muito incipiente a abordagem dessa temática e que ela carece de maior aprofundamento e ampliação, por meio de estudos relacionados à ciência da informação e idosos.


Palavras-chave


Fake news. Idosos. Letramento informacional. Artigos. Bibliografia.

Texto completo:

PDF




Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

____________________________________________ 

Revista Brasileira de Biblioteconomia e Documentação. São Paulo.  ISSN: 1980-6949
Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. © 2002 / Todos os direitos reservados a Federação Brasileira de Associações de Bibliotecários, Cientistas da Informação e Instituições. Contato: rbbd@febab.org.br