O uso do modelo SECI em bibliotecas como guia para suporte a gestão do conhecimento

Gil Eduardo Amorim Vieira

Resumo


Este trabalho relata a intenção de algumas bibliotecas em se ressignificarem, para que continuem reconhecidas como elementos fundamentais dos objetivos de negócio de suas instituições. Neste caminho, formam um grupo de discussão que aposta na atuação dessas bibliotecas como ferramentas ao desenvolvimento da Gestão do Conhecimento (GC), para alavancar o empreendedorismo interno e o desempenho de suas organizações. É feita rápida revisão do tema GC e é proposto o uso do modelo SECI (socialização, externalização, combinação e internalização), de Nonaka e Takeuchi, como balizador das ações destas bibliotecas para suporte à gestāo do conhecimento promovida por suas instituições.

Palavras-chave


Gestão do Conhecimento; Bibliotecas; Modelo SECI

Texto completo:

PDF




Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

____________________________________________ 

Revista Brasileira de Biblioteconomia e Documentação. São Paulo.  ISSN: 1980-6949
Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. © 2002 / Todos os direitos reservados a Federação Brasileira de Associações de Bibliotecários, Cientistas da Informação e Instituições. Contato: rbbd@febab.org.br