Integrando catálogos entre bibliotecas, arquivos, museus e galerias de arte: perspectiva da Europeana e da DPLA

Felipe Augusto Arakaki, Ana Carolina Simionato, Plácida Leopoldina Ventura Amorim da Costa Santos

Resumo


Com a Web Semântica surge os primeiros indicativos de integração, que pelos princípios Linked Data estimulam a ligação de dados, e consequentemente, integram públicos, acervos e registros informacionais, propiciando maior interação. A partir desse viés, o objetivo deste trabalho é apresentar as iniciativas da Europeana e da Digital Public Library American (DPLA) que buscam a integração de bibliotecas, arquivos, museus e galerias de arte em relação ao teor descritivo de cada contexto documental. Por meio de uma pesquisa qualitativa e exploratória, é apresentado a integração dos catálogos entre bibliotecas, arquivos, museus e galerias de arte. Considera-se que a integração é fundamental para proporcionar um ambiente ligado e ampliar as possibilidades de navegação dos usuários. Em razão da utilização dos princípios do Linked Data potencializa a descoberta de recursos informacionais nos catálogos, promovendo o acesso a novos recursos em outros ambientes informacionais digitais.

Palavras-chave


Linked data. Europeana. DPLA. Integração de catálogos. Patrimônio cultural.

Texto completo:

PDF




Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

____________________________________________ 

Revista Brasileira de Biblioteconomia e Documentação. São Paulo.  ISSN: 1980-6949
Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. © 2002 / Todos os direitos reservados a Federação Brasileira de Associações de Bibliotecários, Cientistas da Informação e Instituições. Contato: rbbd@febab.org.br